Mostrando postagens com marcador QUADRINHOS. Mostrar todas as postagens
  • NANO K - UM SUPER HÉROI BRASILEIRO (QUADRINHOS BR)


    O primeiro projeto da Editora Kriô Comics, conta a história de como surgiu o Mano K, antes de um garoto negro e pobre da periferia de São Paulo, que uma sociedade conspira para lhe roubar o futuro, ele ganha vários poderes e se transforma em um incrível super-herói. Este primeiro lançamento, foi um dos contemplados com o prêmio de melhor publicação de 2023, pelo Canal Milhas & Milhas no YouTube, voltado para o segmento de quadrinhos. Este personagem também foi escolhido para fazer parte da exposição de reinauguração do MUHCAB - Museu da História e da Cultura Afro-Brasileira, que fica no Rio de Janeiro, que aconteceu dia 29 de junho.

    Mano K foi idealizado imaginando o que aconteceria se os meninos da série Cidade dos Homens ganhassem superpoderes. 


    Olhando a história dos super-heróis brasileiros, vimos que a imensa maioria é branca e de classe média. Em virtude dos editores, roteiristas e desenhistas serem brancos, ou se sentirem brancos, além da influência do quadrinho de super-herói dos EUA, que somente a partir dos anos setenta começou a se permitir o protagonismo de personagens não brancos.


    Não se cogitou um super-herói como os dos estadunidenses. Pensou-se em um menino não branco, de pele escura, pobre, periférico como a maioria dos brasileiros, recebendo poderes sobre-humanos. 


    Não acho que ele agiria como um combatente do crime dada a marginalização que seus grupos sofrem. 

    Ele é um bom sujeito, tente fazer a coisa certa. Lutaria por sua família, sua comunidade, ajudaria as pessoas e talvez incomodaria os poderosos. 


    O garoto seria um NERD, tentaria seguir certos clichês que aprendeu sobre super-heróis, mas a realidade demonstraria o contrário.

  • CALVIN: O mundo dos quadrinhos se esqueceu desse personagem?


     

    CALVIN: O mundo dos quadrinhos se esqueceu desse personagem? 

    Ele foi apresentado na edição de 1973 da Marvel Li'L Kids #10

    Com roteiro e arte de Kevin Banks. Todos os contos de Calvin foram totalmente movidos pelo humor. Alguns podem até se perguntar se ele foi criado para capitalizar histórias em quadrinhos populares como Quincy e Curtis? Esta história em quadrinhos não durou muito depois da estreia de Calvin, infelizmente encontrando seu fim na edição #12...Obrigado, Cisco Michael Gibson ACC








  • NOVAS AVENTURAS DE ROCKETEER PELA EDITORA IDW


     Rocketeer é um dos personagens mais nostálgicos dos quadrinhos. Criado por Dave Stevens na década de 80 rapidamente se tornou querido por vários colecionadores a ponto de ter um longa metragem produzido pela Disney em 1991 e que atualmente encontra-se no catálogo da Disney+!

    Após um hiato de anos após a morte de Stevens, a editora IDW "ressuscitou" o personagem, que ganhou diversas histórias nas mãos de Mark Waid, John Byrne, Dave Gibbons, John Cassaday e vários outros grandes nomes da indústria dos quadrinhos!

    E este material chegou ao Brasil pela editora Heroica em três volumes que já podem ser encomendados na Rede SGN de Quadrinhos através do link abaixo:

    https://redesgn.lojavirtualnuvem.com.br/search/?q=rocketeer

  • Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça


     

    Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça

    1.ª edição do Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça.

    Procurando dar continuidade às iniciativas que têm decorrido à volta da Fanzineteca da Biblioteca Municipal de Alpiarça, que tem como mentor o autor de BD alpiarcense Mário André, apostando agora numa oferta diferenciadora na região no que toca à arte da BD, surge o Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça.

    A Câmara Municipal de Alpiarça convidou a Associação Tentáculo, sediada em Carnaxide, para parceira na organização deste evento, que decorrerá no mês de outubro entre os dias 5 e 8 de outubro, sendo o dia 7, sábado, o dia maior da iniciativa: oficinas, apresentações, lançamentos, mercado do livro e concerto ilustrado.

    O polo principal do festival será no Mercado Municipal de Alpiarça, no qual serão apresentados vários projetos artísticos coletivos nas áreas da banda desenhada e do fanzinismo nacional, assim como exposição de trabalhos, lançamentos de livros e fanzines, mercado do livro onde poderão ser adquiridos álbuns de banda desenhada, fanzines e outros livros alternativos e, no final do dia 7 de outubro, um concerto ilustrado aberto a todos aqueles que queiram ilustrar música ao vivo.

    Na Biblioteca Municipal de Alpiarça Dr. Hermínio Duarte Paciência serão organizadas duas exposições e oficinas relacionadas com banda desenhada e RPG (role-playing games). Na Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça estará patente uma grande exposição com destaque para a coleção de fanzines de Luís Meireles. Esta primeira edição será efetuada em tributo ao colecionador de fanzines Luís Meireles.

    A organização do festival criou ainda um concurso de estórias curtas de banda desenhada, direcionado a todos os jovens residentes em Portugal, que resultará numa exposição e na publicação do fanzine de BD de Alpiarça intitulado “Alzine”. Com três prémios, uma exposição coletiva e a possibilidade de publicação em fanzine, a organização espera assim incentivar os jovens a participarem e a apostarem no desenvolvimento das suas competências técnicas e artísticas na produção de uma narrativa gráfica.

    Concurso de Banda Desenhada Alzine – Fanzine de Alpiarça 

    1. INTRODUÇÃO

    Este Concurso de Banda Desenhada (BD) é uma iniciativa que fomenta a criatividade e a partilha de estórias e é dirigido aos jovens (máximo de 18 anos na altura do envio do trabalho) de todo o território nacional. Os concorrentes são desafiados a contar uma estória em duas ou quatro páginas, utilizando a linguagem típica da banda desenhada. Encoraja-se o recurso ao desenho e/ou outras técnicas de expressão artística analógica ou digital (ex.: fotografia, pintura, colagem, etc.).

    2. ENTIDADE PROMOTORA

    Este concurso é organizado pela Associação Tentáculo e pela Câmara Municipal de Alpiarça, com o apoio da Biblioteca Municipal de Alpiarça.

    3. TEMA

    Na edição de 2023, o concurso é de tema livre.

    2. PRÉMIOS

    A organização da 1ª edição do Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça irá oferecer três prémios aos três melhores trabalhos enviados para o concurso. Os membros do júri irão também selecionar um conjunto de trabalhos para serem publicados no fanzine intitulado “Alzine” e para uma exposição pública durante o Festival, na Biblioteca Municipal de Alpiarça.

    1º Prémio – 150 euros (voucher em compras)

    2º Prémio – 100 euros (voucher em compras)

    3º Prémio – 50 euros (voucher em compras)

    Poderão ser entregues menções honrosas, caso o júri assim o decida, sem prémio monetário associado. Os premiados e as menções honrosas terão garantida a publicação no “Alzine” e participação na exposição durante o festival, a decorrer em outubro.

    3. ENTREGA DOS TRABALHOS

    As bandas desenhadas devem ser produzidas em A4 vertical, a cores ou a preto e branco. Os trabalhos devem ser digitalizados com scanner  (JPEG ou PDF, tamanho A4 com resolução mínima 300 dpi) e enviados para o e-mail da Associação Tentáculo (associacaotentaculo@gmail.com) até ao dia 17 de setembro de 2023. No corpo do e-mail, os concorrentes devem colocar o nome, a data de nascimento, a escola onde estudam, assim como o nome e o contacto telefónico de um adulto do seu agregado familiar. As pranchas enviadas não devem ser assinadas, mas podem conter um pseudónimo.

    4. EXPOSIÇÃO E FANZINE

    A organização do concurso responsabiliza-se pela seleção e impressão dos trabalhos selecionados para a exposição pública, a decorrer na Biblioteca Municipal de Alpiarça, em outubro.

    Oficinas – Festival de Fanzines e BD de Alpiarça

    A Câmara Municipal de Alpiarça e a Associação Tentáculo irão organizar três oficinas gratuitas cuja inscrição pode ser efetuada aqui.

    Antes de se inscreverem nas oficinas, verifiquem com atenção os materiais requisitados, os objetivos e os horários de cada formação disponível durante o Festival de Fanzines e de Banda Desenhada de Alpiarça. 

    – No dia 6 de outubro, a autora Susana Resende irá dar início ao seu workshop de seis horas a decorrer em dois dias – sexta e sábado (7 de outubro), entre as 14:00 e as 17:00. Esta oficina de banda desenhada tem como principal objetivo dotar os formandos das competências técnicas e criativas para criarem e desenvolverem as suas narrativas gráficas.

    Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça

    – No dia 7 de outubro, das 10:00 às 12:30, o designer de jogos Sérgio Mascarenhas, irá dar o workshop de criação de jogos narrativos (RPG – Role Playing Games) a partir de bandas desenhadas com o objetivo de formar futuros game designers.

    Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça

    – No dia 8 de outubro, das 10:00 às 12:30, o autor Pedro N irá lecionar os formandos sobre técnicas específicas de desenho e ilustração para criarem os seus próprios personagens para vários meios de disseminação de narrativas.

    Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça

    Chamada para Bandas Desenhadas para o Fanzine Alzine

    Para além do concurso de BD para jovens de todo o país, a organização do Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça convida autores e ilustradores adultos a participarem na chamada para bandas desenhadas para o fanzine Alzine, a ser publicado no decorrer do festival, entre os dias 5 e 8 de outubro de 2023. A chamada tem o prazo de 10 de setembro e é de tema livre.

    Festival de Fanzines e Banda Desenhada de Alpiarça
  • GUARDIÃO SOTURNO E O NOVO MENOR CROSSOVER DE HERÓIS NACIONAIS (PRÉ VENDA)"


     Já está disponível, em nosso site, a pré-venda da HQ: Guardião Soturno 01


    https://ucqeditora.com.br/produtos/guardiaosoturno01/


    Roteiro: Francisco Moreira

    Arte de capa: Maurício BigMau

    Desenhos: Jonny Edson

    Cores: Adão de Lima Jr



    E mais:


    "GUARDIÃO SOTURNO E O NOVO MENOR CROSSOVER DE HERÓIS NACIONAIS (ATÉ O MOMENTO)"


    Heróis nacionais se reúnem contra uma terrível ameaça!


    Roteiro e Arte: Hugo Maximo

    Em preto e branco.


    Recompensas para quem adquirir na pré-venda:


    01 Marca página.

    01 Card exclusivo.

    01 Pôster do personagem desenhado pela incrível May Santos.


    Nome na página de agradecimentos da HQ.


    ------------

    FRETE GRÁTIS PARA TODO PAÍS


    #guardiãosoturno #ucqeditora #comicbook #comics #historietas #quadrinhos #quadrinhosnacionais #acre #superheroisnacionais #quadrinhonacional

  • Vamos apoiar o projeto Crônicas de Lídia & Medalha Zero no Catarse



    O projeto : https://www.catarse.me/cronicas_de_lidia_medalhazero


    Crônicas de Lídia & Medalha Zero: Mangá Hero Con

    Esse projeto de histórias em quadrinhos é um crossover entre dois projetos de autores diferentes. O Crônicas de Lídia criado pelo Eddy Khaos e o Medalha Zero criado pelo Rogerio Ferraz. O objetivo dessa parceria é trazer uma história divertida de entretenimento e muita ação que faz homenagem aos eventos geek que celebram a cultura pop de animes e super heróis por todo o planeta.

    Esse é um projeto "tudo ou nada". Ou seja, se não conseguirmos atingir a meta pra produzir essa história em quadrinhos, seu dinheiro será devolvido sem nenhum prejuízo.

    Sinopse

    O Orfanato no Fim do Mundo está em festa. Hoje é dia de formatura e a nova geração cheia de sonhos traz nova esperança para o coração das pessoas. Está sendo preparada para depois da cerimônia de formatura uma festa com dança, jogos e muita referência resgatada da cultura pop da antiga Terra. Lídia Ventura, May Dias e Pedro Pen Drive estão trazendo um novo herói de outro universo pra ser o palestrante nessa noite especial: O nome dele é Garra do universo Medalha Zero. Ele se orgulha de dizer que usa os poderes de sua medalha pra ajudar as pessoas na cidade de São Paulo. Quando o grupo decide apresentar o Garra e suas aventuras para o pessoal do orfanato, encontra ele vazio. As pessoas desapareceram. Quartos e salas vazias. O que houve? Para onde foram todos? Nosso grupo de heróis se une para resolver esse mistério e enfrentar um poderoso novo inimigo.

      Sobre o projeto: Crônicas de Lídia - Aventuras pela Multi Terra

      - Após anos de guerras e disputa pela soberania do globo, a arrogância e a ganância da humanidade e seus ditos governantes, donos supremos da verdade, com suas guerras tolas por religião, petróleo, terras e patentes, conseguiram o que parecia impossível! Esgotaram praticamente todo o recurso natural do planeta Terra. As nações mais poderosas do planeta, não satisfeitas com toda a destruição e mortes causadas, iniciaram uma série de conflitos violentos pela posse dos poucos recursos que sobravam. Entre esses pontos em disputa, encontra-se a Amazônia brasileira e seus recursos naturais que até então ainda não haviam sido afetados pelos conflitos globais. Muitas fontes de recursos naturais pelo mundo foram destruídas, levando parte da história da humanidade ao esquecimento. Mais de 60% da população mundial foi aniquilada, assim como a fauna e flora da Terra.

      Em um desses conflitos, a Terra tremeu. O céu chorou lágrimas de sangue sobre uma terra moribunda, tomada pela morte, radiação e ruínas. A mãe Terra abriu a ferida em seu peito e tudo simplesmente deixou de existir, a escuridão e o vazio de tudo se apoderou. A Terra, e a humanidade desapareceram.

      Ao abrir dos olhos do Destino, tudo aquilo que era considerado fantasia emergiu nos limites da realidade. Por razões desconhecidas, um novo mundo surgiu da escuridão. Uma Terra de incontáveis mundos, onde tudo que era real ou imaginário parecia se encontrar. Portais se abriam pelos céus, cavernas, montanhas, florestas, vales, mares, colinas e desertos. O mundo de mil mundos. Era assim que estava sendo chamada essa nova realidade, onde o que restara da raça humana se espalhara por este vasto mundo. Ironicamente os humanos que despertaram nesse novo mundo adquiriam habilidades, que variavam entre cada um.

      Desde então, a execução de ações paranormais pelos seres humanos e a aparição de criaturas estranhas se tornou comum, assim como a existência de dragões cuspidores de fogo e animais falantes. Na verdade, os estranhos nesse novo mundo de certa forma éramos nós, os seres humanos.

      A tecnologia também evoluiu, coisas que eram fisicamente impossíveis, tais como seres artificiais com sentimentos humanos, cidades flutuantes, naves espaciais, viagens no tempo e espaço e o famoso sistema de teleporte se tornaram uma realidade banal, que faz parte do cotidiano dos seres do novo mundo.

      Uma terra povoada por seres metamorfos, monstros pré-históricos, fadas, povos selvagens, tecnológicos, guerreiros, elfos, magos, bruxos, deuses, animalescos, mágicos entre milhares de outras raças, conhecidas e desconhecidas.

      Nesse vasto mundo existe um local conhecido como “Orfanato no Fim do Mundo” para onde são enviados os órfãos de todas as raças e etnias desse vasto planeta, e onde crianças perdidas e sem um lar buscam abrigo e proteção. Esse lugar se encontra envolvido por uma vasta floresta que já foi chamada de Amazônia, um pedaço de terra, mata e vegetação de mundo esquecido. De alguma forma esse pequeno pedaço da maior floresta de um mundo morto, veio séculos atrás para essa Multi Terra. Esse lugar guarda grandes mistérios. Todas as crianças que pelo orfanato passaram, se transformaram em grandes guerreiros, magos, curandeiros, governantes, e diplomatas, sempre sobre os cuidados da lendária e poderosa bruxa Morgana, diretora do Orfanato no Fim do Mundo e seus subordinados especialistas em todas as disciplinas imagináveis.

      Recentemente, uma aliança entre as grandes nações da Multi Terra fora firmada para um bem maior. Cada nação, tribo, aldeia e vilarejo enviou um órfão com o intuito de ser treinado no Orfanato no Fim do Mundo. Reunindo um grupo de jovens superdotados, pessoalmente treinados pela diretora Morgana e vários grandes mestres da “Aliança dos Órfãos", como ficaram conhecidos, com o intuito de promover a paz no multi mundo. Mas essa difícil missão está apenas para começar... Entres todas as crianças escolhidas que se destacaram como grandes guerreiras e estrategistas, três em especial alcançaram um grande nível de poder e conhecimento. Lídia Ventura a criança imortal, May Dias a estrategista lendária e Pedro Pen Drive o gênio.

      Personagens:

      Lídia Ventura

      - Uma garota misteriosa vinda de um mundo perdido há muito tempo atrás. Extremamente simpática, divertida e brincalhona que encanta e fascina com seus olhos azuis e madeixas douradas.

      Nada sabemos de concreto sobre seu passado, exceto que vem de um mundo há muito perdido, e que até onde se sabe, é a única pessoa a consegui cruzar o temido "Deserto do Sonhar" com vida. Sua alegria de viver contagiante acaba por envolver todos ao seu redor. Garota aventureira que vive vagando pelo mundo, a procura de grandes aventuras, mistérios e conhecimentos.

      Sua vida é desvendar lendas e os grandes mistérios da Multi Terra. Lídia possui um grande segredo que leva consigo há muito tempo. Apenas três pessoas conhecem esse grande segredo, uma delas e sua irmã adotiva May Dias e a diretora do Orfanato no fim do Mundo Morgana.

      Pensou em festa, a garota já está por perto para ajudar a organizar, ou bagunçar tudo!

      Festeira por natureza e atrapalhada por profissão. Quem vê Lídia Ventura e sua aparência frágil, nem imagina que ela é uma guerreira nata e ótima estrategista, temida em muitos reinos e admirada em vários outros. Apesar da aparência infantil a pequena já viveu mais aventuras do que possamos imaginar.

      Armadura e armamento

      Nada é muito fácil para a jovem guerreira. Ela possui uma pequena katana que lhe foi entregue pela própria dama da Morte no enigmático Deserto do Sonhar. Um local que, quem entra, fica preso para sempre. São raros os caso de quem tenha sobrevivido a essa experiencia ou que tenha conseguido deixar o local por suas próprias forças. Há vários casos de pessoas que saíram de lá com vida. Porem tiverem que vender suas almas para a Morte ou para seres ainda piores que a dama de preto. A jovem possui uma antiga armadura dourada que pertenceu a deusa celestial Leonor, antiga protetora do “Santuário dos dragões”. Essa armadura lhe foi dada como presente por uma boa ação prestada a um misterioso andarilho do Deserto do Sonhar conhecido apenas por Mister Coffee.

      Pedro Pen Drive

      - Garoto gênio que fala mais de mil idiomas diferentes. Um apaixonado por literatura, livros, robótica, tecnologia, manuscritos antigos, ciência e ocultismo.

      Pedro é um jovem misterioso que vivia recluso em no local conhecido como Orfanato no Fim do Mundo, imerso em seus pensamentos, até que conheceu suas inseparáveis amigas, Lídia Ventura e May Dias.

      Sua origem e desconhecida. O pouco que sabemos sobre ele, é que veio de um reino tecnológico de uma dimensão paralela chamada "Tech Land".

      Muito corajoso e sempre fiel, possui ideais que o vivem metendo em grandes confusões com suas amigas. Além de possuir memória fotográfica e poder assimilar novos conhecimentos em segundos.

      Armadura e armamento

      O jovem possui uma espada de luz, que foi presente de seu pai, de quem nunca costuma falar.

      Vira e mexe quando estão em alguma missão perigosa usa uma armadura tecnológica que criou em suas horas vagas no Orfanato no Fim do Mundo, com sucatas e peças que achou no "Reino das Sucatas”.

      May Dias

      - Garota aventureira e solitária de passado desconhecido que vivia vagando pelo mundo afora a procura de grandes desafios para ser tornar uma lenda no mundo dos jogos.

      Apaixonada por jogos eletrônicos, tabuleiros, card games, RPG, esportes, bolinha de gude, e tudo que tenha a ver com jogos e charadas. Resumindo: Tendo a palavra jogo no meio, é com ela!

      Certa vez tentou ser capitã de um time de futebol feminino no "Reino de Arcádia”, mas não deu certo e acabou expulsa por briga com o treinador. Sua vida mudou quando conheceu uma loirinha carismática e brincalhona, que acabou por se tornar sua melhor amiga e irmã de consideração. Desde então, May se tornou uma nova pessoa. Divertida, alegre e espontânea!

      Todo mundo sabe. Porém, a moreninha simpática nega. Ela tem uma quedinha pelo amigo Pedro Pen Drive. Certa vez em uma conversa informal confessou um segredo a sua irmã Lídia, que acabou por descobrir que sua amiga/irmã era princesa de um reino chamado "Game Land".

      Armadura e armamento

      May é uma grande guerreira e possui uma armadura dourada conquistada em batalha na "Ilha das Amazonas", situada no "Mar das Sereias do Norte". Essa batalha quase custou sua vida. A jovem possui uma grande marreta como arma. Muitos acham ser uma arma exagerada pra uma jovem como ela, mas ela nem liga. Ela adora sua marreta que foi presente de seu falecido pai.

      Sobre o projeto: Medalha Zero

      - Garra nasceu no laboratório de uma espaçonave alienígena. Com incrível força e agilidade. Ele foi criado pelo Doutor Mente, um cientista do planeta Tântalo que busca criar uma arma viva que seja perfeita pra usar uma das poderosas Medalhas do Universo.

      Nessa pesquisa, ele resolveu fazer mutações genéticas em laboratório usando o DNA humano do planeta Terra e também o de outros animais. Assim nasceram também Sombra, Pintado e Juba que durante suas vidas passaram por um severo treinamento com o objetivo de manifestar a Medalha Zero que é o poder máximo escondido nas Medalhas do Universo.

      Porém Dr. Mente está insatisfeito com os resultados e seu sonho de descobrir a Medalha Zero parece cada vez mais longe. No planeta Terra, um estranho entrega uma dessas medalhas pra Pandora, uma moça que procura por seu irmão Perseu desaparecido misteriosamente já a 3 anos.

      Com medo de um antigo rival, Dr. Mente envia o Garra sozinho pra acabar com a vida da Pandora e recuperar a Medalha que está com ela, porém ele chega sem memória no planeta Terra e acaba se apaixonando pela moça. Pandora não irá desistir até descobrir a ligação dessas medalhas com o passado de seu irmão, ajudando Garra a recuperar sua memória sem fazer ideia do perigo que está correndo.

      Medalhas do Universo e Medalha Zero

      As Medalhas do Universo são objetos encontrados no centro de cada astro e estrela do cosmo. O portador de uma dessas medalhas, consegue controlar a energia e os elementos de seu astro ou estrela de origem estabelecendo uma conexão entre eles. Essa conexão é possível por causa do “pó de estrelas” (O astrônomo americano Carl Sagan dizia que tanto nós seres vivos como todo o sistema solar somos pó de estrelas porque compartilhamos os mesmos elementos químicos. Essa teoria foi confirmada recentemente por astrônomos que analisaram 1500 estrelas e chegaram a conclusão que tanto os humanos como os astros brilhantes possuem 97% do mesmo tipo de átomos) Assim, acredita-se que o poder máximo que uma Medalha do Universo pode gerar é o poder do Big Bang, explosão gerada na criação do Universo. A esse poder oculto e ainda não manifestado foi dado o nome de Medalha Zero, por fazer referência ao momento zero da existência do universo.

      Personagem:

      Garra

      - Ele é o típico teimoso e nunca desiste do que quer. É o mais resistente e sua perseverança é admirada por todos. Interessa-se muito pela cultura dos humanos o que faz dele inocente e ingênuo às vezes. Garra é o líder do grupo e por isso sempre foi fiel aos seu criador até se apaixonar pela Pandora.
      Depois de muitas batalhas (edições Medalha Zero Nº 1, 2, 3, 4 e 5), Garra resolveu lutar contra seu próprio criador e mesmo amando a Pandora em segredo, sem coragem pra se declarar, jurou protegê-la e também jurou ajudar as pessoas do planeta em que ela vive como o irmão desaparecido dela fazia. Como um verdadeiro herói: um bombeiro.


      Sobre os autores:

      Eddy Khaos

      - Graduado em Artes plásticas e Logística. Eddy começou a escrever por diversão quando ainda jovem, desenvolvendo roteiros para campanhas de RPG: “Vampiro - A Máscara”. Acabou pegando o gosto pela escrita e desde então, não parou mais de escrever.


      Rogerio Ferraz

      - Trabalha como supervisor de animação 2D digital na Pinguim Content em São Paulo. Atua no mercado de desenhos animados há mais de 10 anos e, no tempo livre, está realizando o sonho de infância de fazer uma série de histórias em quadrinhos chamada Medalha Zero.


      Sobre o desenhista:

      Maurício Owada

      É Ilustrador e editor de vídeo freelancer em tempo integral. Formado em cinema e audiovisual, com experiência em produção de curtas, edição e motion graphics para vídeos institucionais e ilustração em geral.



      Descrição das recompensas:


      - Revista de história em quadrinhos impressa Mangá Hero Con:

      Miolo

      • Formato: 18 x 26,5cm
      • Quantidade de Páginas Miolo: 40 Páginas
      • Cores: 4x4 (colorido)
      • Papel: Offset 120g
      • Acabamento: Grampo

      Capa

      • Papel: Cartão 300g
      • Enobrecimento: Verniz UV Total Frente



      - Revista de história em quadrinhos impressa Medalha Zero Nº 1:

      Miolo

      • Formato: 17,6 x 25cm
      • Quantidade de Páginas Miolo: 60 Páginas
      • Cores: 4x4 (colorido)
      • Papel: Offset 90g
      • Acabamento: Grampo

      Capa

      • Papel: Cartão 300g
      • Enobrecimento: Laminação Brilho Frente


      - Revista de história em quadrinhos impressa Lídia Ventura e o Vampiro Trapalhão:

      Miolo

      • Formato: 14,8 x 21cm
      • Quantidade de Páginas Miolo: 24 Páginas
      • Cores: 1x1 (PB)
      • Papel: Offset 90g
      • Acabamento: Grampo

      Capa

      • Papel: Cartão 200g
      • Enobrecimento: Laminação Brilho Frente


      - Você no Mangá Hero Con:

      Já pensou em ser eternizado nas páginas de uma história em quadrinhos? Já pensou que legal ter um gibi em suas mãos e mostrar pros seus amigos dizendo: "Esse aqui ó! Esse sou eu!"

      Essa é a sua oportunidade! Os apoiadores dessa recompensa deverão escolher e enviar pra genteuma foto pro nosso artista desenhar você como figurante. Pode ser você fazendo seu cosplay, você apenas ali como você é, ou até mesmo um personagem que seja criação sua!

      Mas corre que essa recompensa é limitada!


      Orçamento

      - Desenhos das 40 páginas R$ 2.800 (70 reais por página)

      - Impressão de 250 HQs R$ 18,92 cada, total R$ 4.730 (orçamento online feito na Printi)

      - Revisão ortográfica R$ 100

      Total geral R$ 7.630
      + 13 % do Catarse: R$ 8.800,00

    • ‘Monkey Prince’ | DC revela seu novo super-herói asiático



      Em celebração ao mês do Patrimônio Asiático-Americano e das Ilhas do Pacífico, a DC irá lançar um novo herói em sua antologia comemorativa em quadrinhos, intitulada ‘DC Festival of Heroes: The Asian Superhero Celebration‘.

      A HQ terá 100 páginas e vai destacar os super-heróis asiáticos da editora, tanto os do passado, quanto os do presente e futuro, apresentando também novas histórias de vários escritores.

      A antologia será lançada em 11 de maio e trará a primeira aparição do novo super-herói asiático da editora, o ‘Monkey Prince‘.

      O novo herói irá aparecer em uma história original de 12 páginas intitulada “The Monkey Prince Hates Superheroes”, que foi escrita por Gene Luen Yang com artes de Bernard Chang.

      O personagem se inspira na mitologia chinesa do Rei Macaco, um romance clássico do século 16 intitulado Journey to the West, que já recebeu inúmeras adaptações para o cinema e literatura.

      Gostou desse Blog, compartilhe com o mundo!

       

    • ‘BRZRKR’ | HQ de Keanu Reeves vai ganhar filme e anime protagonizados pelo ator

       


      ‘BRZRKR’ | HQ de Keanu Reeves vai ganhar filme e anime protagonizados pelo ator

      De acordo com o The Hollywood Reporter, a HQ ‘BRZRKR’, cuja pronúncia correta é “Berzerker”, irá ganhar um filme em live-action e um anime, ambos pela Netflix.
      Keanu Reeves produz e estrelará o filme, além de dublar o anime.

      Enquanto o filme vai adaptar diretamente a obra, o anime irá explorar outros elementos do universo da HQ.




      A trama de ‘BRZRKR‘ acompanha um guerreiro imortal nascido há mais de 80 mil anos, com um longo histórico de violência. Meio humano e meio deus, ele atualmente trabalha em missões arriscadas para o governo dos Estados Unidos e tenta conhecer sua verdadeira origem.


      Criada por Keanu Reeves, coescrita por Matt Kindt e ilustrada por Ron Garney, a HQ terá ao todo 12 edições, sendo publicada pela editora Boom!.

      Ainda não há previsão de lançamento.

      Fonte: THR.


    • Kauira Dorme (HQ - BR) - Resenha



      A HQ é uma narrativa sobre Kauira, um ser de luz nascido do amor entre dois deuses. A garota mora em um local chamado Itapera, a morada dos deuses, onde lá eles regem o universo visível e invisível. A trama começa a se movimentar quando, depois de viver momentos felizes e de grandes interações, Kauira precisa decidir qual será a sua vocação.

      Há uma “tradição” que quando os seres de luz completam sua 16ª era (equivalente aos 16 anos de idade), eles mesmos precisam decidir quais serão as suas vocações. Que deuses eles serão. O que acontece é que Kauira, próxima a esse momento, ainda não sabe qual a sua vocação. A garota ainda não sabe qual aptidão e interesse.


      Indicada por sua mãe, Ivitú a deusa da terra, Kauira vai até Mitala (deus da dúvida) para sanar as suas questões. Depois de diversas atribulações, é indicado a garota que ela mesmo saia em busca de suas respostas. É então que plot twis da série acontece. Kauira encarna no corpo de uma humana de 16 anos, no meio de uma periferia de São Paulo, tendo a missão de descobrir a sua vocação.

      Toda a narrativa da HQ traz à tona sobre a vida de uma pessoa na periferia. Toda a sobrevivência dos moradores é exibida nas ótimas ilustrações e falas dos personagens. A grande questão a ser debatida também é sobre como o jovem periférico, em meio a poucas escolhas (as vezes quase nenhuma) busca ser alguém ou a sua vocação na vida. Tendo que passar por diversas adversidades no trabalho, escola ou até mesmo em casa para apenas entender quem ele é no mundo.


      A obra aproxima-se da realidade ao utilizar dos termos e gírias utilizados nas periferias, sem forçar a barra. Sem contar também pequenas referências a trechos de alguns raps. As cores e ilustrações utilizadas para representarem certas cenas dos quadrinhos são de muita qualidade e criatividade.

      Ano Publicação Original: 2019
      Título Original: Kauira Dorme
      Roteiro: Diego Torres e Lucas Andrade
      Ilustração: Lucas Andrade
      Selo: Independente
      Avaliação: ★★★★★ (Excelente)



    • Gato Sórdido (Kötü Kedi Serafettin)

       


      Gato Sórdido (Kötü Kedi Serafettin) adaptação da famosa série de quadrinhos homônima criada por Bülent Üstün.

      Todo mundo sabe sobre o Garfield. O gato preguiçoso que adora lasanha. Ele seria um gato muito doce se você o comparar com Kötü Kedi Şerafettin (gato mau / Gato Sórdido). Ele adora beber rakı (um álcool turco), churrasco, fumar, bater em outros gatos em seu reinado com sua famosa frase "você quer fazer as pazes?". Ele é um personagem caricatural criado por Bülent Üstün em 1996.

      Agora que você conhece esse gato anti-herói, vamos falar sobre o filme em si. O roteiro é feito da adição de histórias de caricaturas famosas mais antigas e pode-se dizer facilmente que Gato Sórdido manteve suas origens. Há muitos momentos de riso no filme e às vezes você simplesmente não consegue parar de rir. É usada linguagem imprópria, necessária devido à origem.

      A animação ficou incrível quando você pensa que este filme é um dos primeiros filmes de animação turcos. É um padrão mundial para uma tripulação sem muita experiência. Istambul que eles criaram é tão incrível, você sente que está nela e só esse motivo é suficiente para assistir a este filme. Além do cenário, os personagens mantiveram sua origem com sucesso. Você pode sentir a maldade com apenas um olhar de Gato Sórdido.

      A única coisa que não gosto neste filme é a história sem fim do próprio vilão que se repete tantas vezes que no final fica entediante. 

      Se você é fã de Gato Sórdido ou filmes de animação, este é um item obrigatório para você. Mesmo você não gostando desse gênero, esse filme pode te fazer sorrir. A produção desse filme durou 10 anos e na minha opinião todo esse trabalho criou um filme incrível.

      Sinopse: Produzido pelo maior estúdio de animação da Turquia, Anima Istambul, 'Gato Sórdido' é um épico de animação para adultos jovens que caracteriza um inesquecível gato mau, Shero e sua abominável gangue em ação. Como os animais que habitam as ruas, Shero e seus amigos estão atrás do que qualquer pessoa na sua vizinhança de Istambul: fazendo deboche com mulheres, procurando comida e uma bebedeira ocasional. E as coisas acabam ficam fora do controle.

      Data de lançamento: 5 de maio de 2016 (Alemanha)

      Direção: Ayşe Ünal, Mehmet Kurtuluş

      Autor: Bülent Üstün

      Roteiro: Levent Kazak

      Música composta por: Serkan Çeliköz, Oğuz Kaplangı

        

      Gato Sórdido / QUADRINHOS

      Gato Sórdido é uma série de quadrinhos turca clássica, está fora dos limites; Fumando, bêbado, playboy, gato franco que basicamente não liga para nada.

      Foi uma sensação ótima assistir a esse tipo de animação de alta qualidade nos cinemas turcos. Espero que seja feito em todo o mundo e as pessoas possam entender as piadas turcas.

      Isso não é para crianças! É para adultos, há constantes xingamentos, assassinatos, álcool, drogas, cigarros etc. Isso é basicamente uma loucura se você pensar no status atual da liberdade de imprensa na Turquia.





    • SAGA INVERNO NEGRO / CONHEÇA THOR - O ARAUTO DO TROVÃO


      Entenda porque Thor mudou de visual e saiba como ele ganhou seus novos poderes....

      A Marvel publicou hoje Thor #1, nova fase do Deus do Trovão, agora sob o comando do escritor Donny Cates (Venom). E logo de cara o herói passou por drásticas mudanças.

      O visual mais sombrio e diferente do Thor nessa nova fase da Marvel chamou muito a atenção dos leitores assim que foi anunciada. Porém, calma lá, faz muito sentido.



      Após os eventos da saga Guerra dos Reinos, Thor se tornou o Rei de Asgard e passou a comandar o seu reino, se aposentando momentaneamente da vida super-heroica junto dos Vingadores.

      As coisas mudaram quando o gigantesco Galactus desabou em cima de Asgard, todo ferido. O Devorador de Mundos chegou no reino nórdico para alertar sobre a vinda de algo extremamente poderoso: O Inverno Sombrio.


      Essa praga cósmica parece estar matando a Árvore da Vida que nutre os 10 Reinos Nórdicos e para tentar solucionar esse impasse, Thor convidou poderosos seres cósmicos, como o Surfista Prateado, Motoqueiro Fantasma Cósmico e outros ex-arautos de Galactus para explicarem a situação.



      O Inferno Sombrio é uma praga cósmica que literalmente destrói tudo. Foi esse evento cósmico que causou o surgimento de Galactus há incontáveis anos atrás. E recentemente foi isso que o feriu gravemente. Ele é a única entidade que já sobreviveu a esse eventos … duas vezes.

      A única solução para deter essa ameaça seria levar Galactus para consumir planetas com energias específicas e poderosas, tornando o Devorador de Mundos poderoso o suficiente para enfrentar o Inverno Negro, tendo em vista que até hoje ele foi a única coisa capaz de fazer frente à praga.



      Thor, junto de um batalhão asgardiano e dos demais ex-arautos de Galactus, toparam ajudar o Devorador de Mundos nessa missão. Porém, Galactus tinha outros planos …

      Ele criou um novo arauto para lhe ajudar nessa missão. Alguém que, conforme ele, possui a personificação da sua própria morte: Thor, o Arauto do Trovão.


      Isso mesmo, Thor que já era o Deus do Trovão, Rei de Asgard e um Vingador fundador, agora também recebeu o poder cósmico de Galactus e se tornou o seu novo arauto.

      Isso, obviamente, aumentou drasticamente o seu poder e explica a sua mudança de visual.





    • Copyright © - Nisekoi - All Right Reserved

      Animemomentsbrasil o mundo Geek é aqui Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan