The Mandalorian é a primeira série live action se passando dentro do universo da franquia Star Wars. A série se passa cinco anos após a queda do Império (evento ocorrido no filme Star Wars – Return of the Jedi), vinte cinco anos antes do surgimento da Primeira Ordem (evento que ocorre no filme Star Wars – The Force Awakens) e segue a historia de um caçador de recompensas mandaloriano em uma missão de alto risco.

A série é produzida exclusivamente para o serviço de streaming Disney+ e possui Jon Favreau (Homem de Ferro) como diretor, showrunner e produtor executivo ao lado de  Dave Filoni (Star Wars – The Clone Wars / Star Wars – Rebels). Já no elenco da série temos Pedro Pascal, Gina Carano, Nick Nolte, Giancarlo Esposito, Emily Swallow, Carl Weathers, Omid Abtahi e Werner Herzog.



Sendo a série de estreia do serviço de streaming da Disney, The Mandalorian possui responsabilidade de vender neste momento a parte de exclusivos do Disney+. Assistindo os três primeiros episódios da série é possível dizer com firmeza que o nível de qualidade da primeira série live action do universo Star Wars esta no mesmo nível de uma produção de cinema.

Os três primeiros episódios lembram muito dos antigos filmes de Faroeste nos quesitos de ambientação, fotografia, trilha e ritmo de historia, a única diferença é que temos muito de Star Wars em alienígenas, naves e em muitas outras coisas que os fãs da franquia criada por George Lucas irão reconhecer no decorrer desdes episódios. Pedro Pascal está bastante contido no personagem título da série e este é um fator bom pois o personagem passa muito de sua personalidade através de ações do que em diálogos.



Falar da historia de The Mandalorian é bastante complicado por causa de alguns spoilers importantes para a experiencia da série, mas estes primeiros três episódios seguem uma mistura que lembra bastante Lobo Solitário com antigos filmes dos anos 70/80 em que o protagonista é um ser solitário que acaba se envolvendo em uma missão perigosa que anteriormente era simples, porém temos uma evolução no protagonista é também uma expansão dentro do universo Star Wars no decorrer destes episódios.

A fotografia é o principal fator de destaque até o momento na série, existem muitos momentos que podem ser emoldurados por serem muitos bonitos por causa da fotografia voltada ao estilo dos antigos filmes de Faroeste. Os aliens que apareceram até o momento são muito bem produzidos e é possível sentir que foram poucos os momentos em que foi utilizado CG de uma forma mais incisiva. Já em relação ao ritmo e a edição dos episódios fica claro que a série ira seguir um ritmo mais direto, sem enrolação, o que lembra bastante o estilo de historia das série animadas The Clone Wars e Rebels.

The Mandalorian consegue ser a melhor produção fora dos filmes da franquia Star Wars desde Rebels, a série possui muito de uma produção de altíssima qualidade utilizando como base os filmes de Faroeste. Com uma edição e ritmo diretas, a série ainda lembra uma mistura de Lobo Solitário com velhos filmes dos anos 70/80..