História dos Goggle V

História dos Goggle V
Dai Sentai Goggle V (大戦隊ゴーグルファイブ), conhecido no Brasil como Gigantes Guerreiros Goggle V, é um tokusatsu da franquia Super Sentai produzido pela Toei Company e exibida pela TV Asahi entre 1982 e 1983.
Foi a terceira série Super Sentai exibida no Brasil, sendo a mais antiga das quatro que passaram por aqui. Relembre agora as aventuras do justiceiros da Ciência do Futuro na luta contra a Ciência Maligna que assolava o planeta Terra em 1982.
O episódio tem início na Alemanha, quando o Prof. Hongo tenta descobrir os secretos encontros de Death Dark (Desdark, na dublagem), um grupo que utiliza a ciência maligna há muitos anos, sendo responsável pela extinção de várias civilizações no passado. Por sorte, o professor é salvo por um alpinista. Após isso, a nave inimiga (Destopia) se desloca até o Japão, que servirá de base para seus planos. Para conter a invasão do império do mal, o professor coloca em prática seu plano de proteção da Terra: Os Gigantes Guerreiros Goggle V.
Goggle Five
Os Goggle V são recrutados pelos Computer Boys & Girls, crianças-gênio da computação que auxiliam no grupo da Ciência do Futuro.  Cinco jovens de áreas diferentes:
  • Kenichi Akama (Red) – alpinista;
  • Kanpei Kuroda (Black) – jogador de shogi;
  • Saburo Aoyama (Blue) – jogador de hockey;
  • Futoshi Kijima (Yellow) – trabalhador de estábulo;
  • Miki Momozono (Pink) – ginasta olímpica.
Todos representam antigas civilizações e ganham poderes graças a pedras preciosas – Rubi, Esmeralda, Safira, Opala e Diamante, que são ativadas através de um bracelete. Utilizam golpes baseados em ginástica rítmica, assim como suas armas – corda, bastão, arco, bola e fita.

Equipamentos dos Goggle Five

Além de suas armas personalizadas, os Goggle V possuem a Goggle Nave (Goggle Ceasar, no original), que dispõe de três veículos de combate: Jato, Tanque e Dump. Goggle Red comandava o Jato, Blue ficava responsável pelo Tanque e Yellow guiava o Goggle Dump. Os três veículos formavam o Goggle Robo. Foi a primeira vez que veículos de combate formavam um robô gigante, semelhante aos animes dos anos 1970.
O “golpe” final dos Goggle V é a formação Goggle Victory, em que todos sacam suas espadas, fazem uma espécie de pirâmide e emitem raios contra o inimigo. Posteriormente, eles passam a utilizar a Golden Lança, que é arremessada por Goggle Red para dar cabo no monstro inimigo.
Goggle Robo

Os inimigos dos Google V

O império Deathdark é composto pelo general Deathgiller, o braço direito do chefe Taboo, o líder máximo. Juntamente de Deathgiller a perversa Mazurka, que serve como uma espiã do império graças à sua capacidade de se disfarçar na sociedade.
O império também tem os doutores Zazoriya e Iguana, responsáveis pela construção dos robôs que os monstros “ressuscitados” pelo “Poder Relâmpago” controlam para aterrorizar os terráqueos.  Conforme os episódios passam, surge a maior ameaça aos heróis: o Deathmark, que assume o posto de segundo em comando e controla a maior parte dos planos contra os Goggle V.
Google V

Curiosidade sobre os Google Five

Goggle V estreou na Rede Bandeirantes, dentro do programa TV Criança, em 12 de março de 1990, juntamente com Machineman. Além do programa, os seriados eram exibidos em horário nobre, fato que não acontecida no Brasil desde a exibição de Ultraman no SBT em 1985 para tentar “conter” a audiência de Roque Santeiro.
Além da Bandeirantes, Goggle V foi exibido a partir de 1993 na Rede Record, nas manhãs da emissora, e posteriormente migrou para o horário nobre, onde era exibido na Sessão das Oito, às 20h. Também foi exibido de maneira oficial na TV Guaíba, emissora independente do Rio Grande do Sul, em 1994. A TV Guaíba, na época, possuía direito de alguns seriados que eram transmitidos na Rede Record – que na época não tinha exibição em solo gaúcho.  Foi o único Super Sentai que nunca foi exibido na TV Manchete.
Apesar disso, Goggle Five chegou a ter alguns produtos distribuídos no Brasil como duas histórias em quadrinhos, uma trazendo uma aventura inédita e outra trazendo o esquadrão substituindo os Flashman (sim, foi bem esquisito). As duas histórias estão disponíveis para download aqui no Toku Blog.
Goggle V Flashman quadrinhos
Distribuído pela Oro Filmes, Goggle V foi dublado nos estúdios da Álamo, em São Paulo. Com uma horrorosa edição sonora, oriunda da Itália (onde foi exibido juntamente com Machineman), o trabalho ficou bastante insatisfatório. Durante os diálogos, da mesma forma que em Goggle V, uma irritante música de fundo ficava pulando, além de um “slap” de baixo que fazia parte da trilha de Battle Fever J (1979) repetindo na tela título.
Com uma trama um pouco mais rasa que as anteriores, e com vários movimentos acrobáticos graças à temática da série, Goggle V dá uma ênfase maior nas cenas de ação perante as antecessoras (um elemento que é visível conforme o passar dos anos). Destaque para o Goggle Black, interpretado por Junichi Haruta, famoso no Brasil por ter sido o vilão Mad Gallant (MacGaren) na série Jaspion, roubando a atenção para si durante as cenas de batalha.
Assim como Kanpei Kuroda, o “professor Hongo” já era um velho conhecido dos brasileiros. O ator Noburu Nakaya foi o intérprete do profeta Edin em Jaspion (1985). Também participou da versão da Toei do Homem-Aranha, Spiderman (1978), interpretando Juzo Mamiya.
O Computer Boy Red, Tatsuya Ueda, foi interpretado pelo ator Hidenori Iura, que em 1991 interpretou o policial Jun na série Solbrain. Antes disso também tinha feito pontas em Bioman (1984). Já o Computer Boy Blue, Haruo Shimada, era o papel do ator Kazuhiko Ohara, que em 1984 interpretou Tetsuo na série Machineman, também foi o alienígena Waraji em Changeman (1985), além de ter feito participação em Sun Vulcan (1981), série anterior a Goggle V.
Google Five
A base dos Goggle V fica no subsolo do Korakuen Stadium. Isso causa uma situação insólita: sempre que a Goggle Nave precisava decolar, estava acontecendo algum jogo de baseball no estádio, o que deveria causar pânico geral, já que a construção se erguia. Mas os aficionados do Yomiuri Giantspareciam não ligar para isso.
É também a primeira série em que o azul não é o segundo em comando. Após um hiato, em Fiveman (1990) teremos novamente um integrante azul (Five Blue) como o segundo em comando.
Goggle V foi a primeira série escrita por Hirohisa Soda, que ficaria como roteirista chefe dos Super Sentais até 1990, quando finalizou a série Fiveman, o que quase ocasionou o fim das séries.


Comentários